Mais de 80 lojas foram destruídas pelo incêndio no Avenida Fashion; veja vídeo

, , Leave a comment

A administração do shopping atacadista Avenida Fashion acompanha as investigações do incêndio ocorrido na madrugada de ontem, 10. Segundo reportagem do GMC Online –  Maringá, das 141 lojas instaladas no local, 81 foram destruídas. A administração contratou uma perícia particular para identificar as causas do incêndio. O shopping completou 16 anos em 2020 e estava se preparando para a realização do evento “Avenida Fashion Week Primavera – Verão 2020”, agendado para a próxima quinta-feira, 13.

Ainda ontem, a administração divulgou uma nota falando do ocorrido. Leia na íntegra:

“Comunicado
Avenida Fashion
sobre o incêndio ocorrido na madrugada do dia 10 de agosto.

Maringá – PR, 10 de agosto de 2020

É com pesar que comunicamos o incêndio ocorrido nas dependências do Shopping Avenida Fashion, localizado Rodovia PR, 5693, no Parque Industrial, Maringá. De origem ainda não identificada, o fogo que começou na madrugada desta segunda-feira (10/8), por volta das 3h, atingiu metade das instalações e está em processo de controle, graças à excelente atuação do corpo de bombeiros. A empresa esclarece ainda que não houve vítimas e reforça que dará total assistência aos lojistas e funcionários do shopping.

O Shopping Avenida Fashion lamenta o ocorrido, agradece o apoio da sociedade maringaense e ressalta que segurança das nossas pessoas é a prioridade da empresa.

Alexandre Vivan, superintendente do Shopping Avenida Fashion, está acompanhando o trabalho dos bombeiros no local e, assim que possível, fornecerá outros esclarecimentos.

Sobre o Avenida Fashion

O Shopping Avenida Fashion, sediado em Maringá – PR, completou 16 anos em 2020, também conta com a operação de e-commerce. Com o posicionamento “Tudo que é Fashion tem nossa assinatura”, a cada temporada o Avenida Fashion leva para seus clientes as principais tendências da moda internacional, aliando qualidade, design e conveniência.”

Veja vídeo da Nininho Produções sobre o incêndio:

 

 

Deixe um comentário