Alvo de operação da PF, ex-prefeito de Palmas se acorrenta à porta da CGU e diz que é inocente

, , Leave a comment

Após ser alvo de uma operação da Polícia Federal, o ex-prefeito de Palmas (TO), Carlos Amastha (PSB), decidiu se acorrentar na porta da Controladoria Geral da União (CGU) nesta segunda-feira (27). O objetivo do gestor era ser recebido pelo superintendente do órgão. As informações são do portal G1.

Amastha foi alvo, na semana passada, da operação “Cartas Marcadas” que analisa o superfaturamento e fraudes em contratos de locação de veículos. Além de investigar o ex-prefeito da capital do Tocantins, a PF já prendeu quatro ex-secretários da gestão de Carlos, o qual teve os sigilos bancário e fiscal quebrados.

Para chamar a atenção da CGU, o ex-prefeito também montou uma barraca no local e chegou a ameaçar fazer greve de fome. Carlos explicou que a intenção do ato era para “limpar a honra” dele e da família./foto:Redes Sociais/Twitter.

Confira a reportagem completa no link:

https://g1.globo.com/to/tocantins/noticia/2020/07/27/ex-prefeito-de-palmas-se-acorrenta-na-porta-da-cgu-e-afirma-ser-inocente-apos-ser-alvo-de-operacao-da-pf.ghtml

 

 

 

Deixe um comentário