Fábio Reis assume a Diretoria de Inovação Acadêmica na UniCesumar

, , Leave a comment

Uma das marcas da UniCesumar é agregar em seu time profissionais de referência para otimizar processos, fortalecer projetos inovadores, cumprindo assim a missão de oferecer educação de qualidade. Por isso, a Instituição agregou mais um grande nome ao quadro de colaboradores: Fábio Reis, que chega para atuar como diretor de Inovação Acadêmica.

“O professor Fábio Reis tem contribuído na transformação do nosso modo de pensar educação na UniCesumar”, diz o reitor da Instituição, professor Wilson de Matos Silva. “No final de 2019, tive contato com o livro ‘Revolução 4.0: a educação superior na era dos robôs’, organizado por ele e que traz uma forma disruptiva em pensar a educação no atual momento. O coronavírus acabou funcionando como um acelerador global e, neste sentido, precisamos acelerar as transformações em nossa organização com uma velocidade muito superior do que a imaginada.”

Para o vice-reitor da UniCesumar, Wilson Matos Filho, é importante que o segmento da educação enxergue os desafios como oportunidade e aprendizado. “Como citou o reitor, a pandemia acelerou os processos de inovação e antecipou tendências. Sem dúvida, nossa expectativa é que o Fábio Reis some ao nosso time de profissionais. Temos uma preocupação e um compromisso sólido em oferecer o melhor aos nossos alunos, no que se refere ao modelo de ensino – aprendizado. Desejamos sucesso ao Fábio e que junto da instituição possa continuar contribuindo com a educação brasileira, especialmente em relação ao ensino superior, por meio da inovação e de suas experiências adquiridas ao longo de sua trajetória educacional”, ressalta.

Fábio Reis chega com a expectativa de colaborar com o processo de mudanças da Instituição. “A UniCesumar é uma instituição consolidada, de referência nacional e que já tem um histórico de mudanças e de estar atenta ao que está acontecendo no mundo da educação superior, por meio de um grupo de pessoas e profissionais muito qualificados. Não é um processo do novo contra o velho, mas sim um processo de pensar em inovação respeitando a solidez da tradição da sua história e de seus processos.”

Ele cita ainda a maneira como a Revolução 4.0 cria a necessidade de mudar a forma de olhar e atender os jovens. “Eles, os jovens, são diferentes e as exigências do nosso mercado de trabalho mudaram. Por isso, precisamos atender essas novas demandas.”

Reis é doutor em História Social pela Universidade de São Paulo (USP) e possui vasta produção bibliográfica no campo da educação no ensino superior, incluindo as obras “Perspectivas da Gestão Universitária”, “Empreendedorismo e inovação no ensino superior” e “Novos Desafios do Ensino Superior”. Sua última obra, “Revolução 4.0: A Educação Superior Na Era Dos Robôs”, reúne artigos de especialistas sobre experiências revolucionárias no segmento.

Em seu currículo, Reis inclui pesquisas sobre as tendências da educação superior e os modelos de governança e gestão, bem como cursos de extensão em Gestão Universitária na Universidade de Montreal e Toronto (Canadá), Universidade de Harvard, Babson College e Universidade do Sul da Califórnia (Estados Unidos), Universidade de Pequim (China), Universidade de Londres (Inglaterra), Tecnológica Virtual de Monterrey (México), entre outras. Atualmente, ele também é diretor do SEMESP (Sindicato das Entidades Mantenedoras de Estabelecimentos de Ensino Superior no Estado de São Paulo) e presidente do Consórcio Sthem Brasil./ACS/UniCesumar.

 

Deixe um comentário