Gabinete sedia debate informal sobre Consciência Negra

, , Leave a comment

O que seria uma visita de cortesia no Gabinete da prefeitura de Maringá virou um debate informal sobre a Consciência Negra. O vice-prefeito Edson Scabora recebeu hoje, 20, um grupo que participa do Festival Afro-Brasileiro que acontece até o próximo domingo, 24. Representantes de diferentes segmentos sociais aproveitaram que hoje é Dia Nacional da Consciência Negra e apresentaram sugestões na conversa com Scabora. “Queremos ter uma cidade feliz independente da cor das pessoas”, anunciou o vice-prefeito.
Entre os pedidos estavam que fosse feito material de divulgação para escolas contra o preconceito racial. O que diminuiria o racismo, já que crianças podem receber nos colégios informações para respeitar pessoas independentes da cor. “Negro não é cor de pele. É atitude”, disse a presidente do Movimento Negro de Paranaguá, Roseli dos Santos Freitas.
A prefeitura maringaense tem ações constantes no segmento. Como na gerência da Promoção de Igualdade Racial de Maringá, da Secretaria da Mulher (SeMulher), na Secretaria Municipal Assistência Social Cidadania (SASC), na Secretaria de Cultura (Semuc) e na Diretoria da Juventude. Tanto é que essa semana há dois eventos grandes: a Semana do Hip Hop que está em sua sexta edição e o Festival Afro-Brasileiro na 11ª edição.
Roseli Freitas apontou Maringá como exemplo e modelo a seguir nas iniciativas públicas de Consciência Negra. Ela citou que foi para África há dois meses para conhecer suas raízes e relacionou seu trabalho na comunidade em Paranaguá. Também outros profissionais falaram no encontro. Entre eles advogados, professores, historiadores, cineasta, entre outros. Também foram abordados temas como cotas raciais nas universidades, racismo nas escolas, socialização, religiosidade, entre outros.
Edson Scabora disse que Maringá dá boas vindas aos negros e indígenas. Tanto é que há na comunidade estrangeira na cidade cidadãos de Haiti, Guiné Bissau, Angola, Nigéria, entre outros países. Além de negros ocupando importantes cargos públicos. / As informações são da Prefeitura de Maringá.
Na foto, Representantes de diferentes segmentos falaram sobre a Consciência Negra em seus trabalhos. / Foto:Vivian Silva / PMM
 

Deixe um comentário