Performances e cartazes de protestos marcam Matinê Criminal do curso de Direito

, , Leave a comment

Para demonstrar os resultados de uma pesquisa acadêmica, os alunos do 1º ano do curso de Direito da UniCesumar participaram da Matinê Criminal, um evento que reuniu exemplos de crimes que mudaram a lei ao redor do mundo. A exposição ocorreu na manhã da última segunda-feira (4), no campus da UniCesumar.

A atividade foi desenvolvida na disciplina de Teoria do Crime em duas etapas. Na primeira, as turmas foram divididas em grupos e cada um recebe um país como foco de pesquisa. Nessa etapa, os alunos precisam encontrar um crime que tenha resultado em uma mudança na legislação para a produção de um artigo científico.

Já a segunda etapa do trabalho é composta pelas apresentações. De figurinos customizados a performances e cartazes de protesto, os alunos têm liberdade para usarem elementos variados para demonstrarem os resultados da pesquisa.

Gabriel Floes integrou uma das equipes que participaram da atividade. Acompanhado das colegas, eles pesquisaram e retrataram a realidade das touradas na Espanha. Segundo ele, o fato de se tratar de uma atividade cultural do país foi um dos obstáculos do trabalho, mas a integridade dos animais sobressaiu. “Os sinais de crime são muito claros quando animais são torturados e mortos por pura diversão”, explicou.

De acordo com a professora responsável pela Matinê Criminal, Camila Viríssimo, o projeto é uma forma de inserir os estudantes na realidade da profissão, bem como apresentar outras culturas a eles. “Os alunos vão verificar as diferenças de cultura entre os países e como isso interfere na legislação, porque o mesmo fato pode ser ilegal aqui e não ser em outro lugar do mundo, e vice-versa. Uma lei não surge do nada, e um crime sempre acontece por uma razão.”

Confira as imagens da performance dos acadêmicos do curso de Direito:

 

 

Deixe um comentário